Statler e Keizer!

Não quero parecer o Statler, um dos dois velhos rezingões que em todos os episódios dos marretas tinham algo a criticar, até porque o Sporting de Keizer vai 7 em 7 e com um futebol que mais que agradar aos adeptos, proporciona sorrisos a quem o está a executar e isso é meio caminho andado para o sucesso! Normalmente as novas ideias são olhadas com desconfiança, sempre de pé atrás, não é isso que quero fazer, estou deliciado com a turma de Alvalade, o futebol de Keizer traz a alegria a quem vê, a quem executa e faz sonhar quem pensou que esta época seria um pesadelo absoluto! Mas…há algo em que tenho que tocar…

Um ponto prévio para enaltecer desde já o trabalho magnifico do holandês desde que chegou a Alvalade! Mudança radical no momento mais complicado de trabalhar e que mais depende da qualidade individual/tomada de decisão, o ofensivo! Padronizar movimentos, as chamadas jogadas ensaiadas é muito perigoso e dificilmente resulta! Criar opções para que a tomada de decisão e a qualidade técnica dos jogadores sobressaia, esse é na minha opinião o caminho e em 5 semanas Keizer conseguiu algo perto do brilhante…

O que me preocupa, como amante do treino e do jogo é o momento sem bola, a reacção à perda e a forma como se pressiona o adversário, fundamentalmente como essa 1ª pressão é ultrapassada deixando jogo após jogo a linha defensiva exposta e pronta a ser ultrapassada. Há uma nuance que me parece estar a melhorar, a forma como um dos médios tenta sempre posicionar-se no meio dos centrais para proteger a sua saída aos corredores laterais. Gudelj e Miguel Luís demonstram essa preocupação constante e o jovem parece-me ser o parceiro ideal do Sérvio pois demonstra uma capacidade de estar ligado ao jogo magnifica e com bola uma enorme capacidade de acerto nas suas decisões, fazendo parecer tudo muito simples, mas apenas porque está sempre no sitio certo!

Em 5 semanas de trabalho creio que o treinador Holandês deu privilégio à bola e ao momento ofensivo, talvez já tenha identificado estes problemas, no entanto as suas declarações fazem transparecer que prefere ganhar por 5-2 a ter mais controlo em tudo o que pode fazer…

Se com JJ o Sporting tinha uma linha defensiva bem coordenada, era forte a defender com poucos atrás da bola e tinha enormes lacunas quando a tinha em sua posse, com Keizer temos o oposto, urge criar um equilíbrio de forma a que o Sporting não possa hipotecar os sonhos que está a criar nos seus adeptos, o que pode acontecer, na minha opinião se não rectificar os seus momentos sem bola.

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 87 artigos
Ricardo Galeiras Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. Contacto: galeiras@gmail.com

4 Comentários

  1. Grande Pirlo!
    Dois artigos à contra corrente da opiniao global ( o primeiro sobre os processos de RV) e que este Domingo deram na mouche. Os buracos da defesa do sporting foram bem aproveitados pelo um grande Vitoria ; que tambem conseguiu anihilar os processos ofensivos. Os processos do Benfica, mais bem conhecidos nao o foram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*