Trabalhar a Equipa também (deve) elevar o jogador – O Mestre Jesualdo

Jesualdo massacrava-me, mas transformou jogadores normais em craques

Ricardo Quaresma

Durante a última década assistimos a uma evolução incrível das equipas de futebol em tudo o que são princípios colectivos. Mesmo em contextos baixos é difícil encontrar equipas que não preparem cada momento do jogo, equipas que não apresentem coordenação colectiva de movimentos, sejam estes defensivos ou ofensivos.

Jesualdo continua a ser uma referência, um exemplo de como ajudar os jogadores a melhorar. A forma como construía os exercícios, levava muito naturalmente os jogadores a atingirem determinados objectivos, é uma coisa fantástica. Diria que ele é realmente um mestre

José Gomes, Ex Treinador do Reading, actualmente no Marítimo

Mais do que por se cortar liberdade individual, mas sobretudo porque os próprios processos de treino – Formação e Rendimento – se centraram quase exclusivamente no “nós”, ignorando o “eu”, temos hoje um sem número de jogadores bem cotados no Alto Rendimento que têm deficiências claras em parâmetros individuais determinantes para o tal rendimento.

O melhor treinador é quem deixa mais ensinamentos
Pablo Aimar

O desenvolvimento do individual, mesmo que sempre ao serviço do colectivo é hoje, nos dias em que tanto se pensa somente em movimentos e posicionamentos, uma autêntica arte inacessível para o comum dos treinadores – Seja porque não reconhece a importância de tal evolução, embora na hora da derrota sempre o relembre, seja porque não tem o conhecimento e capacidade para transmitir, ensinar e treinar a forma mais eficiente de cada acção.

estou agradecido a Jesualdo Ferreira que me desenvolveu o conhecimento táctico… Fui abençoado com habilidade natural, mas só isso não chega…

Fernando, aquando da sua passagem pelo Manchester City

Não ignorar o desenvolvimento individual, aumentando eficiência de cada acção – Seja Recepção / Orientação Corporal / Desmarcação / Salto, é o que permitirá que o jogo colectivo tenha a devida fluência. De pouco importará ter a linha muito bem definida, se após o passe que a quebra, o defensor roda pelo lado contrário e perde segundos determinantes para evitar finalização.

Jesualdo vai fazer muito bem ao Santos e aos jogadores, especialmente aos mais jovens. Vai ensinar-lhes conceitos sobre futebol que muitas vezes não são treinados nem ensinados

Lucho Gonzalez

E se no futebol formação tal é OBRIGATÓRIO, no alto rendimento é também diferenciador.

Foi o Jesualdo que me ensinou o que um Avançado deve fazer

Falcao

Conteúdos exclusivos na página de Patronos (aqui)
Por um valor simbólico (a partir de 1 Euro / mês) não só tem acesso a novos conteúdos, como dá uma preciosa ajuda ao projecto a pagar os softwares de análise. Muito obrigado!

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 87 artigos
Ricardo Galeiras Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. Contacto: galeiras@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*