Não vão, é uma armadilha!

No final da partida, Ricardo Soares treinador do Moreirense referiu-se aos jogadores da frente do Benfica como fisicamente impressionantes e de grande talento. Não se enganou.

O Benfica criou bastante em ataque posicional fruto de uma eficiência no gesto e tomada de decisão que os homens da frente apresentam como traços característicos do seu jogar, mas ainda mais impressionante se torna o poderio ofensivo dos encarnados quando depois da posse adversária recupera a bola e tem o campo mais aberto para acelerar. Aí Everton, Darwin, Luca e Rafa tornam cada aceleração num possível golo. Voltou a tornar-se aprazível ver o Benfica jogar.

Ter a bola e estar alto – até baixo – no campo contra este Benfica é portanto uma espécie de caminho armadilhado para o golo encarnado.

Já és nosso Patrono? Já somos mais de 400 ❤️?⚽️
Por 1$ mês acesso a conteúdo exclusivo:

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3743 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. Nah espera lá, quando a bola passou por Darwin, Luca (grande primeira parte!) e Everton foi uma coisa, quando andava por Pizzi, Rafa (fez um jogo bom mas com as palhaçadas de sempre, todos os passes são maus ou péssimos, raramente consegue meter no sítio certo e com a força ideal) ou Gabriel ou Almeida era outra bastante diferente. Ainda que todos beneficiem por actuar numa equipa bem organizada e com jogadores talentosos.

    • Relativamente ao Rafa Vê-se no primeiro lance, vai lá tu fazer aquilo, palhaça és tu e outros a criticarem jogadores sem sequer se calhar terem pisado relvados e sem saber o que é um jogo em de futebol a doer, enfim.

  2. Eu fico sempre espantado com a velocidade do Rafa. Sim, o Everton é rápido, o Marega é rápido, há uma série de jogadores rápidos, mas tão rápidos como o Rafa em aceleração (ofensiva e defensiva, atenção, mesmo a recuperar bolas)…. não sei se há. Depois falham outras coisas, o que é uma pena, e penso que a alta de confiança lhe tolda muito as características, mas quando ele acelera…. não sei se na Liga portuguesa haverá jogador mais rápido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*