Darwin nas asas de Taarabt e Rafa

O Benfica regressou às vitórias em pleno estádio da Luz e certamente tirou um peso de cima por ter conseguido duas vitórias seguidas quando está para chegar um embate importante com um Ajax que promete causar problemas.

Num jogo onde o Benfica até não entrou mal e chegou até a desenhar algumas jogadas dignas de registo, o Benfica voltou a sofrer um golo que deixou a equipa do Santa Clara em vantagem e que fez com que o coletivo do Benfica animicamente acusasse a contrariedade e deixasse de criar ou até construir.

Se até a este jogo Nelson Veríssimo tinha sido alvo de críticas no sentido em que mexe mal na equipa e que normalmente as substituições até pioram o jogo coletivo, a verdade é que ontem mexeu e bem no 11 com a entrada de Adel Taarabt e Roman Yaremchuk nos primeiros minutos da segunda parte.

Rafa tem perdido destaque no modelo de jogo de Veríssimo por ter de jogar mais por fora e como um verdadeiro extremo algo que Rafa acaba por não ser. Ontem o Benfica precisava da sua velocidade e capacidade para desequilibrar tanto em espaços curtos como nas costas da defesa e a maneira que o mister arranjou disso acontecer foi meter Taarabt em campo.

Taarabt é um jogador de risco. Para o bem e para o mal. Consegue ver o que ninguém vê e tem lances de génio. Seja em passes fantásticos, seja em condução/progressão com bola. Mas parece que não consegue perceber quando é altura de arriscar e quando é momento de jogar seguro. O marroquino joga em constante vertigem que ou corre bem e descompensa o adversário, ou corre mal e expõe a sua própria equipa.

No entanto, o Benfica precisava de alguém com ideias para entrar no bloco do Santa Clara e Adel entrou e em poucos minutos participou em várias jogadas que levaram o Benfica a dar a volta ao resultado. Rafa foi quem mais ganhou com a entrada do médio criativo ao ser solicitado como tanto gosta, com espaço e na profundidade. Vimos na segunda parte do jogo um Rafa que ainda não tinha aparecido com Nelson Veríssimo.

O próprio Gonçalo Ramos também poderia continuar a sua senda de golos a passe de Taarabt.

Posteriormente, o marroquino voltou a perder algumas bolas quando já era momento de ter posse e não de arriscar e causou algumas dificuldades ao Benfica. Não é defeito, é feitio mas ontem… resolveu!

Sobre EdgarDavids 58 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*