Uma águia desligada e desconcentrada

O jogo com o SC Braga colocou novamente a nu as dificuldades defensivas por parte da equipa do Benfica. A equipa encarnada não tem conseguido assimilar processos quer seja com Jorge Jesus, quer seja com Nélson Veríssimo. Mais do que isso, o Benfica parece ser uma equipa que a nível emocional é incapaz de gerir um jogo durante a maior parte do tempo.

No jogo desta jornada, o Benfica várias vezes cometeu erros que uma equipa com ambições por títulos não pode cometer. Pelo menos, com tanta regularidade. É certo que se diz que para existir golos, tem de haver erros. Porém, muitas vezes os encarnados erraram não porque o Braga o forçou a tal mas sim por culpa própria tal como Nélson Veríssimo referiu no final do jogo.

Enquanto que no livre que dá o primeiro golo ao Braga se trata de uma falha individual de Odysseas que deixa a bola passar pelo lado que ele próprio estava a guardar, nos lances do segundo e terceiro golo da equipa de Carlos Carvalhal, o Benfica de Nélson Veríssimo esteve coletivamente mal.

No segundo golo, João Mário a fazer algo que já é hábito tendo em conta as suas características. Pouca reação e pouca pressão o que o torna fácil de ultrapassar. Depois, toda a equipa focada na bola e não no desenrolar do lance. Este é outro erro que já tem acontecido várias vezes ao longo da época.

Já no golo de Vitinha, chega a ser constrangedor como a equipa adota comportamentos diferentes. Gilberto sai numa pressão desenfreada e ineficaz, quatro jogadores do Benfica preparam uma possível saída e a linha defensiva não sobe com receio do cruzamento.

Estas indefinições custam caro e deitam por terra todo o esforço que a equipa faz para constantemente recuperar de desvantagens. Por esta altura, o Benfica já perdeu com todos os Top5 da Liga Bwin e num campeonato onde FCPorto e Sporting estão regulares, fica complicado dos encarnados competirem.

Sobre EdgarDavids 58 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*