O que é rotação?

FC Barcelona's Xavi Hernandez during the 49th Joan Gamper Trophy football match FC Barcelona vs Leon Club at the Camp Nou stadium in Barcelona, Spain on August 18, 2014. Photo by Giuliano Bevilacqua/ABACAPRESS.COM

Num comentário anterior no post de Iuri Medeiros, fomos questionados sobre o que é rotação, termo muito utilizado pelos treinadores e jogadores de futebol, e a que o texto se referia.

“Rotação” ou “Andamento” são termos bastante utilizados pelas pessoas que são ou estão no futebol, e pretendem adjectivar positivamente aquele tipo de jogador que é muito disponível mentalmente para dar de forma mais rápida as devidas respostas ao que o jogo pede. É chegar mais rápido ao espaço a ocupar, seja num posicionamento defensivo ou ofensivo, é chegar mais rápido ao portador da bola, ou às costas de quem pode e vai receber, é chegar mais rápido para cortar uma linha de passe. É um atributo mental, de disponibilidade para, mas que se traduz depois num gesto motor. Tal como tantos outros.

Não está de forma alguma relacionado com aspectos morfológicos – Ter rotação não se relaciona com ser alto ou baixo – Ter muita ou pouca força.

Dois exemplos de jogadores com muita rotação, são Iniesta e Xavi. Dois jogadores com uma disponibilidade incrível para chegar mais rápido – Ambos ajudaram a marcar uma era no futebol. Porque há qualidade suprema com bola, também juntavam uma rotação incrível.

Quando quiserem explicar aos amigos o que pretendem as pessoas do futebol dizer com “rotação” ou “andamento” é mostrar Xavi e Iniesta a jogar futebol:

 

Sobreviveriam Xavi e Iniesta sem a “rotação”? Obviamente que sim, porque em tudo o mais continuam a ser extraordinários – Mas, não seriam tão bons jogadores, e por certo que também o Barcelona de Pep não teria sido tão boa equipa.

Em tempos, tornou-se essencial ensinar o quanto a inteligência e a velocidade de raciocínio importam no futebol, e o Lateral Esquerdo formou milhares de pessoas para o jogo em Portugal. Hoje, por vezes, fica a sensação de que já não há somente os que acreditam que o jogo se resolve só a correr, mas também os que pensam que o jogo se resolve parado. Cá estaremos, humildemente, para continuar a explicar-vos a importância da competência em todos os momentos, e de todos os factores de rendimento. Porque o melhor, é sempre o somatório do técnico-táctico, com a inteligência, com o físico, e obviamente, com a mentalidade certa. E por físico, não se fala em tamanho, velocidade ou força por si só, mas a forma como esta se aplica.

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 87 artigos
Ricardo Galeiras Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. Contacto: galeiras@gmail.com

7 Comentários

  1. Boas, os vossos videos não tem funcionado no Chrome ultimamente.

    Mais alguém com o mesmo problema? Se abrir no Safari já dá. Testei agora no smartphone com o Chrome e dá

  2. Outro com muita rotação, e que tem sido alvo de muitas análises vossas, é o Fejsa. Felizmente, e porque tem algumas lesões, continua a ficar, e bem, no SLB… 🙂

  3. Apesar de não ser a caraterística que os distingue mais, se o Xavi e o Iniesta não tivessem esse andamento, provavelmente nem teriam jogado pelo Barça. E quase todos nós elogiamo-los pelo que fazem com bola, mas o seu trabalho sem bola é igualmente fenomenal e tende a ficar esquecido.

    Vejo hoje muitos jovens que pensam que correr para trás é com os colegas… muitos a imitar um C. Ronaldo atual que também teve que suar muito para conquistar o estatuto que tem hoje…

  4. Artigo espetacular! Hoje aprendi mais uma definição e claro, ao ver Xavi e Iniesta a Jogar percebi, claramente, o sentido dela 🙂
    Obrigado.

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Sérgio Conceição – Lições de futebol – Como fez do Porto Campeão. A rotação que exige qualidade e organização para triunfar! – Lateral Esquerdo
  2. Ou joga o Porto ou não joga mais ninguém – Dados, curtas e videos – Lateral Esquerdo
  3. A redenção de Oliver, no efeito Conceição – Lateral Esquerdo
  4. Tu andas, Uribe! – Lateral Esquerdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*